quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Quadros, limões, fim de tarde no Douro e muitas fotografias

Fim de tarde no Douro (João Resende)


Voltei hoje do Porto, da minha primeira saída de reportagem para o Iniciativa. Agora já é a sério! E voltei com a sensação de que não poderia ter escolhido outra profissão! É isto que quero fazer durante muito tempo!
Foram dois dias lá em cima que passaram a correr e que fizeram com que a semana passasse a voar! Isto porque passei a 2ªf e a 3ªf a despachar tudo do projecto das tecnologias, sem tempo para pensar em mais nada, mas, principalmente, porque passei os dois dias a mentalizar-me de que tinha de me levantar às 5:30 para ir para o Porto. Vocês sabem o meu problema com os despertares antes das 9h da manhã. Às 5:30 é hora de deitar, nunca de levantar!!! Enfim, mas lá fui eu pela fresquinha, a levar com o nevoeiro na cara e a humidade no corpo todo. A verdade é que eram 10:30 e já nós (eu e o operador de câmara) estávamos em Braga (lá perto, vá), à porta da empresa onde íamos fazer a primeira reportagem. Uma empresa de arte déco, com quadros e esculturas tão giros e não nos calhou nada... a única coisa que trouxemos para Lisboa foi a mala das baterias cheia de limões! Eles estavam tão gordinhos e tão amarelinhos mesmo ali por cima do carro. O crime era não aliviar o peso da pobre árvore!

O resto do dia foi passado na Universidade do Porto, onde fizemos a segunda peça e, ao fim da tarde, prego a fundo para conseguirmos chegar ao rio antes do pôr-do-sol! A vantagem de ir em reportagem com um câmara "fotógrafo" é que podemos tirar momentos do dia para parar e aproveitar o momento. O resultado foi o que viram em cima. Mais de 170 fotografias até à hora de jantar! Foi mesmo um fim de dia maravilhoso! Ao fim de 14 horas acordada, soube bem estar sentada à beira rio, a sentir o cheiro do vinho já incrustado nos rabelos, a ouvir as gaivotas, a admirar o reflexo do sol cor-de-laranja na água e a ver o Porto adormecer na outra margem.

Hoje saímos do hotel mais cedo do que era preciso! O único compromisso era às 14:30 em Águeda, mas combinámos arrancar mais cedo e ir almoçar a Aveiro! Porquê?? Adivinhem lá... fotografias claro! :) Desta vez foi um início de dia à maneira!
Uma folha A4 colada no elevador do hotel dizia que hoje ia chover e que ia estar um dia "partly cloudy"! Mentirosos pá! Até havia gente de t-shirt na rua... Resumindo: fotografias na ria de Aveiro, almoço bem cedinho, gelado durante passeio ao sol, conversa e "anhanço" pós-almoço dentro do carro parado no parque de estacionamento.

Conclusão destes dois dias: não fui feita para estar enfiada num escritório (redacção) o tempo todo, quero saídas de reportagem todas as semanas!!!

Ah, e para verem que isto das fotografias a toda a hora não é mesmo exagero, aqui fica a prova da verdade! O pôr-do-sol hoje aconteceu em pleno andamento na A1... não há problema, a máquina está ali sempre à mão!



Agora está na hora de ir dormir porque amanhã ainda é dia de trabalho!

2 comentários:

Clara disse...

Abaixo os escritórios! Viva o pôr do sol, os limões e as autoestradas!

Mani disse...

Há boas vidas! Vidas em que nos podemos ainda preocupar com festas da primavera, piqueniques com toalhas aos quadradinhos vermelhos e brancos, conversar com os amigos sobre tudo e sobre nada antes de estender a roupa para secar no calor da noite... Não devia ser sempre assim?
Quero acreditar que sim! E os escritórios não são para aqui chamados...