terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Hoje, um novo começo

Hoje (tecnicamente, ontem) foi um dia muito importante. Foi o 'so-called' primeiro dia do resto da minha vida. Hoje comecei uma nova etapa, mas não sozinha. Há muita gente ao meu lado neste novo começo na continuação (já faz lembrar um certo Estado Velho), que, eu sei, partilha comigo a nostalgia do que era antes e o entusiasmo do que vai ser daqui para a frente. Hoje fui obrigada a encarar o futuro, olhos nos olhos, a perceber que as coisas vão mudar, aliás, estão a mudar. Não tive medo. É só uma nova forma de pisar um terreno já familiar. Hoje pus o pé direito na escada e entrei. Sem medo. Hoje, caros amigos, utilizei pela primeira vez a estação de metro do Terreiro do Paço!

Ah... E também disse adeus ao meu agora ex-emprego. Como diria a querida Fiona... oh, well.

4 comentários:

Gema disse...

Sempre de mão dada por todó mundo fora! Até já, meu bem *

Manitas disse...

É difícil visualizar a gema e a clara separadas. Ainda que possa ser por pouco tempo...
Menina, podia recuperar qualquer um dos clichés de auto-ajuda que conhecemos, mas não vale a pena... O teu sucesso é tão certo como os teus caracóis. Por mais mudanças que faças no look.
O futuro já está em construção! ;) ***

>> nim disse...

epá... e aqui o desnaturado nem se despediu. damn!

espero que o sucesso esteja já ali ao virar da esquina :)

beijinhos!

c.s disse...

Se até a estação do Terreiro do Paço já abriu, depois da água que meteu, tu só podes ter um caminho maravilhoso pela frente! Com mais gente a querer-te do que povinho à espera do barco!;P *