quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Ah! Outra coisa.

Esta noite sonhei que tinha havido um incêndio no El Corte Inglés. A cidade entrou em pânico, parecia Nova Iorque no 11 de Setembro. Os lisboetas todos aos gritos, a correr de um lado para o outro, a telefonar a saber dos familiares, enfim, uma balbúrdia completamente inusitada. Eu estava em casa da minha avó, que recebia e ajudava vítimas com sangue a escorrer por toda a parte. O estranho é que a catástrofe se passou na António Augusto Aguiar e a minha avó mora na Pontinha.

Mas o que é isto? Alguém me explica?

4 comentários:

primes disse...

tu, na verdade, queres ser heroína.

Clara disse...

Não sei se te deste conta do meu papel absolutamente passivo na história.

Catá disse...

A pergunta é: se houve um incêndio, por que é que as vítimas vinham a escorrer sangue por todos os lados?...

Clara disse...

Para quem ainda não tinha reparado: não há aqui nada que faça sentido.