terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Mística

Hoje, em cima da minha secretária, estava a revista Mística, edição de Janeiro, nº5 do ano 2. Para quem não sabe, é a revista oficial do nosso glorioso Benfica. Esta é uma publicação séria, que contém a informação mais pertinente, sem, no entanto, esquecer o entretenimento necessário à manutenção do interesse do leitor.

Neste número, ficamos a saber, por exemplo, que o futebolista Yebda namora há sete anos com uma jovem de nome Julie e que só começaram a viver juntos em Lisboa. Yebda gosta dos centros comerciais, da Avenida da Liberdade, do Oceanário, da praia e da gastronomia portuguesa. O destaque da entrevista é uma citação do jogador que, demonstrando uma extraordinária veia humorística, faz uma jocosa referência às suas constantes mudanças de penteado: "Não se admirem se quando a Mística chegar às bancas eu já tiver mudado de visual!" A vermelho, as palavras 'Mística' e 'visual'.

Admiráveis são também os títulos que se encontram nas páginas da revista. Mesmo os textos mais minúsculos são precedidos de brilhantes expressões espremidas da criatividade infinita desta redacção. Ou talvez haja um departamento especial para o efeito. Deixo-vos alguns exemplos, retirados de um artigo que passa em revista os jogos do ano (de notar as inteligentes referências históricas):

"Enfim... conquistadores" (V.Guimarães 1 - 2 Benfica)
"Gigantesco equilíbrio" (Benfica 0 - 0 Inter de Milão)
"Nuno sebastiânico" (Rio Ave 1 - 1 Benfica)
"Com um coração do tamanho do mundo" (Benfica 1 - 1 FC Porto)
"Se não têm abatido a pantera..." (Nápoles 3 - 2 Benfica)
"Golo 5000 bordado a letras douradas" (V.Guimarães 1 - 2 Benfica)
"Feridos na madrugada" (Olympiacos 5 - 1 Benfica)

Nas páginas finais, a Mística dá-nos a conhecer a jovem Carolina Graça, à qual se refere como "uma Graça de mulher". Tem 22 anos, é alta, magra, tem dois grandes talentos e é a nova Axe Dancer (?) do Benfica. A entrevista a esta estudante de arquitectura e campeã de ginástica compõe-se de perguntas e comentários como: "Os traços faciais revelam algo de oriental em ti..." e "O namorado é ciumento?"

Já o assunto de capa é o há muito ansiado golo 5000 do Benfica, que acabou finalmente por acontecer contra o V.Guimarães. "El señor 5000" é o título da reportagem de fundo e refere-se a David Suazo, o autor deste feito épico. Revelando um domínio perfeito da metáfora, o jornalista descreve o momento: "Criação de uma obra-prima. Com letra de Aimar e música de Suazo. Assim se tocou a sinfonia do golo 5000."

Glorioso SLB. Só quem o ama pode entender a mística.

8 comentários:

Jota p\ extenso disse...

Penso que 95% do dia dos jornalistas desportivos é a pensar em títulos para os possíveis resultados.

Mas valem claramente o esforço.

http://www.youtube.com/watch?v=dBQwLfPrYb0

Manitas disse...

Um post glorioso...
E se isto não for suficiente é só sintonizarem o Benfica TV no MEO e esperarem pelo início do reality show sobre a vida de uma cheerleader da Luz! E gostei, apesar das tuas dúvidas iniciais.

PMD disse...

Vou deixar o jogo de amanhã a gravar no meo e vou ao estádio com a enorme fé que vamos dar 8 a 0.
Benfica, Benfica, na terra e no mar, se o Benfica não ganha não quero jantar, Benfica do meu coração, és o orgulho desta nação!!!

Joao Tordo disse...

este post é uma vergonha.

Raquel disse...

Juro que li todo o post tentado ignorar o tom irónico e jocoso... Impossível! Shame on you!!!

P.S.: Recebo a Mística em casa. Algum problema? :P

Eheh

Bjs

Clara disse...

É uma ironia misturada com um grande benfiquismo. Tom jocoso, sim, mas em relação à revista, nunca ao clube ;)

RMP disse...

Feridos na madrugada... "5-1" muito bom. Grande post!

Anónimo disse...

Não percebi nada. A revista é boa ou não?